Logo Guia de Áreas Protegidas

guia de
Áreas Protegidas

Viveiro Florestal de Pindamonhangaba

VF Pindamonhangaba

Órgão Gestor


IF

Categoria da Área Protegida


VF

VF - Viveiro Florestal

ÁREA: 9.3 hectares

BACIA HIDROGRÁFICA: PS - Paraíba do Sul (SP14)

Descrição O Viveiro Florestal de Pindamonhangaba, unidade de produção de mudas do Instituto Florestal, órgão da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, criado em 1956. Ocupa uma área de 10 hectares (100.000 m2), está localizado na Zona Urbana no Município de Pindamonhangaba, na Avenida Prof. Manoel César Ribeiro, nº 234, Bairro Santa Cecília, distando cerca de 03 km do centro da cidade e 05 km da Rodovia Presidente Dutra. Aspectos físicos A sede da unidade localiza-se entre a Latitude 22º 56’ Sul e Longitude 45º 27’ W Gr., com altitude média de 552 m. O clima, segundo classificação de Köppen, é o Cwa (quente de inverno seco), precipitação média anual de 1.207 mm, sendo a média do mês seco de 13,7 mm (julho). Em relação a temperatura temos a média do mês mais quente em 23,4º (janeiro) e média do mês mais frio 15,5º (julho). A Unidade está inserida na Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul. Vegetação É constituída por fragmento de vegetação peri-urbano, apresentando vegetação de Floresta Atlântica secundária, com ações antrópicas, presença de Eucalyptus, com sub-bosque em estágio inicial de regeneração com predomínio de vegetação de Mata Atlântica. Ressaltamos que, devido à localização geográfica da Unidade, inserida na zona urbana, a vegetação existente, apresenta papel muito importante, pois funciona como pouso de descanso para as aves e refúgio da mastofauna. Fauna Apresenta comunidade da ornitofauna de grande relevância, devido a vegetação existente. Esta Unidade serve como refúgio para as aves e mastofauna (gambás, tatus, lontra, furão, cobras, preás, ratos, cachorro do mato e eventualmente capivaras). Em levantamento recente da Comunidade da Avifauna da Unidade, foram catalogadas 130 espécies de aves. Entre as espécies catalogadas, valem ser registradas a presença do Gavião-pombo (Leucopternis lacernulatus), Gralha-do-Cerrado (Cyanocorax cristatellus), Jacú-guaçú (Penelope obscura), Pavó (Pyroderus scutatus), Pintassilgo (Carduelis magellanica), Papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva), Tucano-toco (Ranphastos toco), entre outros. Produção de mudas Criado com o objetivo de incentivar a importância dos reflorestamentos, foi instalado o viveiro de produção de mudas, buscando, inicialmente, a produção de espécies exóticas de rápido crescimento (pinus e eucaliptos). A atividade foi sendo gradativamente substituída, passando para a produção de espécies nativas, visando atender projetos de recuperação ambiental e comercialização para particulares. Essa atividade foi desenvolvida até 2012, devido a carência de mão de obra. Entretanto, ainda permanece a infraestrutura de base, necessitando de poucos recursos para reativação dos trabalhos.

Bioma

Mata Atlântica

Fauna

Endêmica

Trilhas

Trilha 1Trilha do Pau-Brasil
Trilha 2Trilha do Curupira

INFRAESTRUTURA

Centro de Visitantes

Centro de Visitantes

Estacionamento

Estacionamento

Hotel

Hotel

Pousada

Pousada

Voltagem 220

Voltagem 220

Voltagem 110

Voltagem 110

Internet

Internet

ATRATIVOS

Rio

Rio

Lago

Lago

ATIVIDADES

ÁREAS DE PROTEÇÃO RELACIONADAS

EEc Bananal

A Estação Ecológica Bananal, criada em 1987, em 884 hectares, ajuda a...

APA Silveiras

A origem do Município remonta ao final do século XVIII com um...

VF Taubaté

Está localizado na bacia hidrográfica do Rio Una, especificamente na microbacia do...

APA Banhado

Criada pela Lei 11.262, de 8 de novembro de 2002, possui território...

ARIE Pedra Branca

Por meio do Decreto nº 63.414 de 22 de maio de 2018,...

FE Guarulhos

Com 92,2 hectares, essa unidade de conservação, criada em 2010, tem como...