Guia de Áreas Protegidas
Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo

Trilhas de São Paulo

Bem-vindo às trilhas do Estado de São Paulo. Elas são o instrumento para vivenciar a experiência de convívio com a natureza e apreciar algumas das paisagens que os colonizadores europeus se depararam quando aqui aportaram há mais de 5 séculos.

As Trilhas de São Paulo percorrem mais de 20 Áreas Naturais Protegidas do Estado de São Paulo, e caminhando por elas o visitante terá contato com parte significativa da biodiversidade e dos diferentes ambientes e paisagens que caracterizam a mata atlântica no estado.

São mais de 250 km de trilhas mapeadas em cadernos de bolso, similar a um passaporte, com informações dos parques, mapas e rotas. No passaporte(*), há espaço para carimbar cada trilha percorrida.

Aqui, o visitante poderá conhecer um pouco dos ambientes marinhos, percorrerá corredeiras em rios serpenteando pela mata, trilhará os mesmos caminhos dos tropeiros que levavam mantimentos e escravos para as minas de ouro e conhecerá árvores gigantescas, que já eram antigas quando os bandeirantes abriram as primeiras trilhas em direção ao interior.

Poucas experiências são tão marcantes quanto estar em áreas naturais, sentir os aromas, a umidade do ar, os ruídos da floresta, a satisfação de superar obstáculos e ter diante de si uma paisagem deslumbrante ou uma cachoeira de águas límpidas.

Vivenciar é também valorizar a natureza, entender porque é importante sua conservação e reconhecer que áreas naturais prestam serviços inestimáveis ao homem.
Cenários inesquecíveis aguardam por você. Seja um conhecedor das Trilhas de São Paulo e ajude no desenvolvimento sustentável e conservação do meio ambiente das áreas protegidas do Estado.

Tenha atenção especial

Pessoas alérgicas ou com doenças crônicas deverão portar seus medicamentos e viajar em companhia de quem saiba ministrá-los. Em relação às crianças, evite levá-las às trilhas que, eventualmente, não consigam percorrer. Evite ainda transportar sacolas, malas e objetos nas mãos. Use mochilas.

Indicamos o uso de repelente para prevenir a picada de insetos, que transmitem doenças como a febre amarela. Respeite os macacos que vivem nas florestas, pois eles cumprem a função de alerta sobre o surgimento do vírus. Os macacos não transmitem o vírus da febre amarela e são tão vítimas quanto os humanos.

Tenha sempre em mente que estará em um ambiente natural, com comunicação difícil e distante dos serviços de socorro. Seja responsável!

As Áreas Naturais Protegidas guardam mais de 500.000 hectares de remanescentes da Mata Atlântica e do Cerrado, que originalmente cobriam o estado. Além de preservar os ecossistemas naturais, essas áreas também desenvolvem pesquisas científicas, atividades de educação ambiental, ecoturismo e turismo de aventura.

Contamos com a sua colaboração. O acesso organizado a essas áreas é um direito de todos. Venha conhecer para conservar!

(*) Distribuição a partir de 04/07/2018 até dia 06/07/2018

Trilhas