ARIE Leopoldo Magno Coutinho

ARIE Leopoldo Magno Coutinho

Órgão Gestor


FF

Categoria da Área Protegida


ARIE

Área de Relevante Interesse Ecológico

ÁREA: 1,000 hectares

BACIA HIDROGRÁFICA: 13 - TIETÊ/JACARÉ

Criada em 2018, a ARIE leva o nome de um entusiasta por cerrado, o biólogo e doutor em botânica Leopoldo Magno Coutinho. Localizada na região entre Agudos, Pederneiras e Bauru, a área, junto com o Refúgio de Vida Silvestre Aimorés, forma o Mosaico de Unidades de Conservação do Cerrado Paulista, um dos mais expressivos conjuntos de remanescentes de cerrado. Abriga 572 espécies da flora, 11 delas constantes da Lista de Espécies Ameaçadas do Estado de São Paulo. Quanto à fauna, ocorrem 35 espécies de anfíbios, 27 de mamíferos e 183 de aves. É relatada a presença da cobra-cega (Typhlops brongersmianus), espécie com poucos registros no estado. A espécie local mais importante do ponto de vista da conservação é o pequenino sapo-escavador-do-cerrado-de-morato (Proceratophrys moratoi). A espécie é endêmica de campos úmidos do centro do estado, onde é conhecida de apenas cinco localidades. Esse anuro está criticamente ameaçado, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza - IUCN.

Bioma

Cerrado

INFRAESTRUTURA

Ponte

Ponte

Estrada

Estrada

ATIVIDADES

Observação de Aves

Observação de Aves

ÁREAS DE PROTEÇÃO RELACIONADAS

APA Rio Batalha

A APA Rio Batalha foi criada em 2001, na região formada pela...